domingo, 12 de abril de 2009

Mania

Reclamar é uma cega mania
Realçada na procura por defeitos.
Ou seriam sutis imperfeições,
Capazes de incitar indagações perenes,
Fincadas na primitiva desconfiança
Das tribulações diárias?
Falar é elementar para espalhar o pólen dessa dúvida.
Escutar estórias a ermo, astúcia silenciosa,
Na descoberta de um possível semelhante.
Nesses dias estéreis sem pôr do sol
Sob a luz onde tudo se dá,
Com a batalha travada não há esclarecimentos.
Os peregrinos se perdem em oásis fictícios,
Na compaixão de si ou quem sabe do outro?
Visto como igual na insensatez,
Solto na pluralidade cumprindo sua trilha.
Deter-ser em algo seguro é paradoxal.
Protestos não constroem, pouco modifica,
Mas as reclamações, essas permanecem.

3 comentários:

george araújo disse...

e eu vou continuar reclamando de ainda não ter encontrado alguém imperfeito q me complete...
argh!
kkkkkkkkk



bjão nega
>>

jorginho da hora disse...

É, o reclamar se torna um habito dificil de se desfazer.

Aragão disse...

Depende do paradoxo da mania,cada um tem a sua,junto com a complexidade de defeitos,procurando alguma prefeição

Parabens nega
Olha o meu ai tb
http://aragaosupport.spaces.live.com/