sábado, 22 de março de 2008

Flores

Há flores por onde quer
Que eu passe.
Delicadas
Submissas
Misteriosas
Como o gênero feminino?
Não, não há conflito
São apenas flores.
O sol o rio
As folhas secas
Despertam o devaneio
Convidando a entrega
Explodo em estilhaços coloridos
Retorno ao pó
Danço
Com a leve cadência do vento
Embalada
As ruas são trilhas
As luzes guias
As pessoas
Parte da máquina da natureza.
Brota o sorriso tímido
Firme na descoberta
Deleitoso em ser....

3 comentários:

avessodoavesso disse...

logo, não são apenas flores
...

bjos
>>

Larissa Santiago disse...

danço!

avessodoavesso disse...

tá desatualizadinho seu blog, hein!?
...
kkk
pôe um novo texto!


bjos
>>